Project Description

Em Le cabaret discrépant, os corpos têm tanto a dizer quanto as palavras. Inspirada no Letrismo – movimento fundado pelos poetas Isidore Isou e Maurice Lemaitre na década de 1940 que valoriza a sonoridade das palavras –, Olivia Grandville decidiu fazer uma coreografia após ter contato com um pequeno livro sobre dança, As danças ciselantes, de Lemaitre e com prefácio de Isou. Ali, surpreendeu-se com a descrição de obras coreográficas “para serem completas ou inventadas” que, apesar de datarem dos anos 1950, refletem questões atuais do fazer coreográfico. Le cabaret discrépant é uma homenagem bem-humorada e irreverente a um grupo de jovens utópicos que sonhava com uma “sociedade celestial”, em que os valores da arte substituiriam os do dinheiro.

Olivia Grandville participou como intérprete de criações de Maguy Marin, Bob Wilson e Dominique Bagouet. Começou a criar suas próprias peças em 1992, após deixar a Compagnie Bagouet. Apaixonada pela natureza polissêmica da dança e, em particular, pelas correspondências entre verbo e gesto, ela utiliza uma estética que põe o corpo no centro de uma rede de relações com outros meios de comunicação. Paralelamente ao trabalho de coreógrafa, trabalhou recentemente como performer de Vincent Dupont e Boris Charmatz. De formação clássica, atuou durante os primeiros anos de sua carreira no Balé da Ópera de Paris.

Nos dias 2 e 3 de novembro, a artista também promove dois flashmobs dentro da programação do Panorama 2013. Horários e locais serão divulgados pelas redes sociais do festival. Fique ligado!

Concepção: Olivia Grandville, from Isidore Isou
Colaboração artística e luz: Yves Godin
Performers: Olivia Grandville, Catherine Legrand, Sylvain Prunenec, Pascal Quéneau e Manuel Vallade
Concepção de instalação: Michel Jacquelin / Odile Darbelley
Concepção de som: Karelle Ménine e Eric la Casa
Design gráfico: Martin Verdet
Produtor executivo: Magali Larché
Produção de turnês: Raphaël Saubole
Agradecimentos: Fanny de Chaillé e François Chaignaud.
Produção: La Spirale de Caroline
Coprodução: Centro de Desenvolvimento Coreográfico Toulouse / Midi Pyrénées, Musée de la Danse – Centro Coreográfico Nacional de Rennes e da Bretanha, Centro Coreográfico Nacional de Montpellier dentro do programa Domaines, Arcadi
Com o apoio de DRAC Ile de France e associação Beaumarchais-SACD
Com o apoio de La Ménagerie de Verre dentro do Studiolab, La Ménagerie de Verre in the frame of Studiolab, Institut Français, Consulado geral da França em São Paulo e Alliance Française pela tradução
Com o concurso de Mécènes du Sud