Panorama Festival 2015 | Bouchra Ouizguen | Cie. O
15737
portfolio_page-template-default,single,single-portfolio_page,postid-15737,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,qode-title-hidden,qode-theme-ver-10.0,wpb-js-composer js-comp-ver-4.12,vc_responsive

About This Project

HA!

 

HA! vai até o Marrocos para explorar a relação entre corpo e alma e a forma como a loucura é tratada no mundo árabe (enquanto na Europa os loucos vivem trancados, nos países árabes eles têm lugar na sociedade). O trabalho se inspira na obra do poeta persa e sufi Jalal ad-Din Rumi, e seu elenco é formado por cantoras aïtas, que trabalham em cabarés marroquinos e são tanto reverenciadas quanto estigmatizadas em sua cultura.

Bouchra Ouizguen é a coreógrafa marroquina mais importante de sua geração. Autodidata, colaborou com coreógrafos franceses renomados, como Bernardo Montet, Boris Charmatz e Mathilde Monnier. Em 2002, ao lado de Taoufiq Izeddiou, fundou em Marrakech a companhia de dança contemporânea ANANIA e criou o festival de dança On Marche. Em 2011, fundou a própria companhia, a Cie. O.

Distribuição: Work for Five Performers
Coreografia: Bouchra Ouizguen
Canto/Dança: Kabboura AÏT BEN HMAD, Fatima EL HANNA, Bouchra OUIZGUEN, Halima SAHMOUD e Fatna IBN EL KHATYB
Desenho de luz: Jean Gabriel Valot
Pesquisa: Otman El Mernissi
Produção: Compagnie O.
Coprodução: Festival Montpellier Danse 2012, Les Spectacles Vivants – Centre Pompidou, Kunsten Festival of Arts, Fabbrica Europa, Institut Français / Minister of Foreign e European Affairs (Paris)
Recepções de estúdio: Institut Français de Marrakech, Ecole Supérieure des Arts Visuels de Marrakech, Institut Français de Tétouan // Avec le soutien du programme Afrique et Caraïbes en création de l’Institut Français
Parceiros na turnê: FID BH e Festival Contemporâneo de Dança de São Paulo

 

Apoio de turnê: TransArte, Instituto Francês, Consulado da França no Rio de Janeiro e Ministère Culture Communication

 

O programa TransARTE, iniciado pelo Institut français, favorece a promoção e a circulação de propostas artísticas oriundas da hibridação de processos e disciplinas artísticos. Ele procura estender os limites da arte contemporânea, para além da codificação dos gêneros. Funcionando como um selo, este programa inovador se desenvolve desde 2012 com diversos parceiros na Europa e na América Latina.

 

Fotos: © Hervé Véronèse – Centre Pompidou

Bouchra Ouizguen | Cie O (Marrocos)

Centro Cultural Banco do Brasil – Teatro II
05 e 06 nov
19h30
12 anos
45 min
Ingressos: R$10,00 / R$ 5,00 (meia) Compre aqui

Category
internacional
Tags
internacional