Federica Folco / Colectiva Periférico

Proyecto Tango

Colocando o coletivo no centro de seus projetos, Federica Folco e seus colaboradores estão desenvolvendo dispositivos coreográficos que atuam como alavancas da ação social. Explorando a complexidade das relações humanas, eles buscam juntos criar as condições para o surgimento de um vínculo de solidariedade ou coexistência que se opõem ao individualismo dominante das sociedades contemporâneas. Ao se apropriar de formas de arte populares, aqui nos códigos do tango, o Proyecto Tango também implementa uma desconstrução radical das hegemonias que influenciam sua prática. É realmente uma questão de emancipação do inconsciente colonial, sexista, classista e racista para derrotar hierarquias do que visar o virtuosismo técnico da interpretação. Local privilegiado de expressão de desejo e sensualidade, o tango rompe particularmente com as representações heteronormativas transmitidas pela música, pelas palavras e pela dança, para produzir, nas proximidades dos corpos e de suas sinergias, novas subjetividades.

12 > 14.03.20

CN D Pantin

12 & 13.03 à 20:30 / 50 min. 
14.03 à 20:00 / 50 min.

 

Direção: Federica Folco 
Com a participação de: Eduardo Ferrer, Aníbal Domínguez, Sofía Lans, Manuel Malán, Candela Zarauz, Andrea Ghuisolfi 
Música original: Fernando Goicoechea 
Músicos: Fernando Goicoechea, Nicolás Mora, Eduardo Elissalde, Alfonso Santini  
Iluminação: Gonzalo Córdova 
Direção de luz: Valentina Perez

 

Residência de criação na Casarrodante / Uruguay. 
Espetáculo criado em 2010 em Montevideo (Uruguay).