O QUE É O PANORAMA RAFT

A pandemia veio e tornou tudo diferente.

Mesmo que voltemos ao teatro como espaço físico, as galerias reabram, venha a vacina para todes, há algo que mudou na nossa relação com a vida. Estar juntos pela tela do computador ou do telefone nos mudou como artistas, curadores e público. Novos experimentos podem emergir desse “novo normal” de performances online. Além disso, temos uma grande oportunidade de repensar o impacto ambiental e político de como o nosso campo de arte deve funcionar. Depois do Panorama Jangada, com cinco criações do Rio de Janeiro que estreiam em abril, vamos agora navegar pelo Brasil. Pessoas inscritas ou selecionadas na chamada pública do Panorama Jangada poderão inscrever outro projeto inédito no Panorama Raft.

Isso pode abrir novas e boas portas, para agir à distância com outras pessoas que não poderiam estar fisicamente juntas. Uma maneira de incluir o impacto climático em nossa maneira de criar e projetar um novo ecossistema para as artes cênicas, especialmente para artistas que estão fora da corrente principal de financiamento e turnês.

Um modo de trabalho que seja mais acessível e inovador, especialmente em novas maneiras de chegar ao público.

Panorama Raft é uma coprodução internacional que dará suporte a dez criações lideradas por artistas brasileiros e escolhidas por meio de chamada pública. Ele nasce da união de um grupo de profissiinais de curadoria e gestão, em vários países, decidindo atuar juntos sobre uma realidade que ameaça os artistas brasileiros.

Jangada = Raft

Como numa jangada ancestral, meio de trabalho de tantos no mundo, juntaremos peças que sozinhas não bastariam para flutuar, mas que unidas, com força e solidariedade, formarão uma plataforma temporária, emergencial e resistente.

Nela navegaremos – festivais, curadores, teatros e artistas – pelas turbulentas águas deste país e das artes cênicas, por um ano. É claro que nem todos os trabalhos resultantes precisam acontecer exclusivamente em formato digital, mas deverão ter essa forma de fruição como parte fundamental de sua chegada ao público.

Panorama Raft é, dito de forma simples, um dispositivo de criação temporário e flutuante, feito em cooperação e financiado por 12 projetos internacionais:

E mais parceiros virão em breve!

CALENDÁRIO

ETAPAS

02 a 25 abril

envie seu projeto no link disponível na sessão inscrição

5 de maio

publicação da lista dos 10 projetos selecionados

maio a julho

criação das peças

primeira semana de agosto

estreia online dos 10 resultados

julho 2021 a julho 2022

circulação das peças nos coprodutores internacionais

INSCRIÇÃO

o que é o projeto? por que fazer o projeto neste momento? como pretende fazer? quem vai criar o projeto?

Responda a estas quatro perguntas clicando aqui

Envie no campo correspondente links para o site, youtube ou portfolio online que você considere relevante para a análise do seu projeto.

O projeto deve ser pensado em colaboração com outros artistas.

Parcerias nacionais e internacionais serão valorizadas. Projetos de artistas criando em contexto periférico serão priorizados.

O projeto precisa apresentar orçamento básico de como planeja usar o apoio de coprodução de 35 mil reais. Se tiver outras fontes de apoio, deixe isso claro.

Pessoas inscritas ou selecionadas na chamada pública do Panorama Jangada, que estreia em Abril, poderão inscrever outro projeto inédito no Panorama Raft.

Dúvidas: raft@panoramafestival.com.

ESTOU NO PANORAMA RAFT. E AGORA?

o que você precisa saber e com o que você precisa concordar

O processo de criação deve resultar numa obra inédita de no minimo 40 minutos e deverá ser exibido online ou de forma híbrida. Formatos e plataformas de exibição serão discutidos caso a caso.

O pagamento do apoio só pode ser feito com contrato e nota fiscal, mas não haverá prestação de contas. A peça resultante é de inteira propriedade dos criadores, mas será exibida primeiro pelos coprodutores.

O projeto pode ter outras fontes de recurso e apoio.

O Panorama apresentará os dez projetos finais como a sua edição Raft 2021, em agosto, sem pagamento extra de cachês.

Cada peça será apresentada uma única vez no Panorama.

Cada coprodutor internacional do Panorama Raft poderá programar quantos trabalhos desejar dos 10 selecionados, mediante pagamento de cachê.

O parceiro coprodutor arcará com os custos de viagem e técnicos da exibição, quando isso for necessário, e pagará um cachê por apresentação, negociado diretamente com os artistas.

Uma vez exibidas nos parceiros de coprodução, as peças resultantes do Panorama Raft podem ser oferecidas pelos criadores para outros parceiros.