WELLINGTON GADELHA | À DISPOSIÇÃO DO ASSOMBRO

WELLINGTON GADELHA

À DISPOSIÇÃO DO ASSOMBRO (CE)

Com sua bicicleta e mochila nas costas, eis um corpo, um mensageiro favelado, que se embrenha em um pedaço do Ceará Profundo, um Nordeste Antigo. Carregando encantarias e a sorte em estar vivo, seu exercício é encruzar fronteiras, propagar o anúncio e ter nos sonhos o lugar no qual o terror não entra. Sua função é ser guardião, escutar os caminhos e levar um manifesto aos viajantes. Confere a este, a agilidade e rapidez de compartilhar uma mensagem antes que o assombro tome de conta e cubra os seus olhos.

No Brasil do Assombro, criar a fuga anunciando um Manifesto do Sonho é zelar pela única saúde que se tem.

02 out | 19h
Assista aqui | Watch here (em breve | soon)

 

FICHA TÉCNICA

Concepção Wellington Gadelha

Edição, montagem Kiko Alves

Captação de imagem Priscilla Sousa, Roger Pires, Allan Diniz, Cacheado Braga, Coletivo.doisvetim

Imagens de drone Gustavo Portela

Desenho sonoro e trilha Eric Barbosa

Arte gráfica digital e realidade aumentada Kambô

Interlocutora Dramatúrgica Andréa Bardawil

Legendagem Lívio Pereira

LIBRAS Samuel de Araújo

Produção Plataforma Afrontamento

Co-Produção Centre National de la Danse (CN D)

Apoio Porosus fonds de dotation

Agradecimentos Comunidade Remanescente Quilombola de Água Preta, Comunidade Indígena Pitaguary e Tremembé da Barra do Mundaú, Terreiro das Pretas, GRUNEC, Mestre Tarina, Mestre Antônio e o Reisado de Caretas, Mestre Françuli, Rabelo, Dim Briquedim, Alécio Fernandes, Barraca Foi Sol | Projeto SouLest, Abrigo Plataforma, Pipa e Arte, Chocolate Pipas, Varanda Criativa, VeiculoSUR, Centro Cultural Porto Dragão | Hub Cultural do Ceará