Panoraminha trouxe em 2016 ao festival o espetáculo Kodak, de Neto Machado

A formação de novas plateias é uma das missões do Panorama e mais uma vez o programa Panoraminha apresentou um espetáculo especialmente recomendado para os pequenos. Kodak, de Neto Machado, aproxima as crianças da arte através do universo comum da infância e dos mundos criados por brinquedos e pela imaginação. As sessões receberam crianças de escolas e creches do centro do Rio.

A partir de memórias de sua infância, em Kodak, o artista coloca para dançar personagens como monstros, heróis, ninjas e mangás que, em movimento, se confundem, distorcem e se modificam, estimulando uma reflexão sobre os estereótipos de gênero. Em cena, 100 caixas de arquivo coloridas constroem um mundo de plástico onde nada é feito para durar.

 

 

No Comments

Post A Comment